#brainblog

           Agrotech: o que é e por que é uma tendência no mercado agro?

Data: 20 fevereiro 2020 | Categoria: Inovação
destaque-agrotech-brain
           

Agrotech, ou Agtech, é uma startup que tem o objetivo de oferecer soluções tecnológicas para o agronegócio, levando a inovação para o campo. Por meio de ferramentas e softwares, com tecnologia desenvolvida ou adaptada por essas empresas, é possível auxiliar e otimizar processos agrícolas.

_______________________________________________

O Brasil é um dos maiores produtores rurais do mundo. Isto porque seu grande território e clima favorável para o cultivo de alimentos e a criação de animais torna o país uma grande potência quando se trata do agronegócio. Somente no ano de 2021, as exportações do setor movimentaram cerca de US$ 120,59 bilhões, com uma alta de 19,7% em relação ao ano anterior, segundo relatório divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com esta oportunidade, as Agrotechs vieram com uma proposta de inovar e fazer diferente, levando inovações tecnológicas para o agricultor. Portanto, entenda o que são e como estão transformando o setor.

O que é uma Agrotech?

Agrotech é uma startup que oferece soluções tecnológicas para o agronegócio. Estamos falando de ferramentas e softwares, com tecnologia desenvolvida ou adaptada para o setor agro, levando a inovação para o campo. Assim, é possível produzir de forma mais eficaz, já que o produtor passa a ter o auxílio da tecnologia para otimizar processos.

Dessa forma, as soluções oferecidas por uma Agrotech podem ser as mais diversas. Entre elas, a criação de ferramentas que tornam as fazendas e pastos mais produtivos, otimizando e automatizando os processos e evitando que o produtor tenha grandes perdas no seu cultivo. 

As tecnologias vêm para facilitar processos e auxiliar no ganho de tempo e produtividade, para que os esforços sejam direcionados para outras atividades. Segundo o estudo Radar Agtech Brasil 2020/2021, já são cerca de 1.574 Agrotechs no Brasil, um crescimento de 40% com relação a 2019. Ainda segundo o estudo, 48% delas estão localizadas no estado de São Paulo.

Assim, o objetivo é, realmente, disseminar que o campo pode e deve se tornar tecnológico e com melhores entregas. Todo mundo ganha: o produtor, que consegue economizar em sua produção, e o consumidor final, que poderá ver esta economia refletida nos preços e qualidade dos produtos.

Leia também: Saiba o que é o framework Scrum

Mas, ainda falta muito para chegarmos ao cenário ideal: além da resistência dos próprios produtores para a entrada desta nova forma de se trabalhar, a falta de conexão com internet atrapalha a entrada destas tecnologias.

E qual a importância do campo conectado?

Se a tecnologia torna o dia a dia mais fácil e com menos esforço nas cidades, ela também pode ser aplicada no campo. Na zona rural, 53% das pessoas já estão conectadas, segundo o levantamento TIC Domicílios de 2019. É a primeira vez que mais da metade da zona rural têm acesso à Internet. No entanto, apesar do salto, ainda existe uma grande fatia do mercado que precisa e pode ter o auxílio que as tecnologias atuais fornecem. 

Nas cidades, já contamos com inúmeras ferramentas que facilitam o dia a dia: aplicativos de mobilidade urbana e mapas que apontam os melhores trajetos, por exemplo. Portanto, se já existem tantas facilidades para a cidade, imagine as oportunidades que estão no campo.

Ao otimizar e integrar as informações, os processos das fazendas ficam mais precisos, com menos perdas e desperdícios. Imagine, por exemplo, ter uma precisão sobre a previsão do tempo e saber qual parte da propriedade precisa de um reforço na irrigação. Ou, ainda, fazer a gestão consciente de recursos, como o uso de energia e combustível dos equipamentos, e dos defensivos agrícolas. São inúmeras as possibilidades.

Leia também: Conheça o novo Hub de Inovação Indústria 4.0 de Uberlândia

Como o Brain está envolvido nisso?

A Algar Telecom, empresa fundadora do Brain, arrematou sete lotes de frequências 5G, todos na sua área original, que abrange 87 municípios dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Nessa região, o agronegócio será uma das primeiras frentes impactadas pela nova tecnologia.

O Brain irá atuar em novas modelagens de negócios para viabilizar a oferta de soluções tecnológicas simplificadas e integradas ao dia a dia do produtor rural. Isto, por meio da conectividade em larga escala e da baixa latência. Assim, o 5G permitirá novas aplicações no campo que hoje não são viáveis com as redes tradicionais, trazendo maior produtividade, além da redução de custos e perdas.

Dessa forma, nosso objetivo é levar e disseminar a inovação para todas as áreas, aproveitando as oportunidades disponíveis para facilitar e resolver as dores do mercado. Saiba como contar com o Brain para cocriar soluções inovadoras!

Compartilhe
   
bowe

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
AffiliateLabz

Great content! Super high-quality! Keep it up! 🙂

1
0
Would love your thoughts, please comment.x