#brainblog

           Negócios Familiares – Por que sua empresa precisa de uma estratégia de inovação?

Tempo de leitura:
           

Inovação! Vamos começar desmistificando essa palavra tão simples, mas que por muitas vezes gera tanta complexidade nas organizações, que acreditam que ela seja complexa ou muito difícil de ser implementada. Inovação não é necessariamente algo inédito e sim algo novo para você ou sua empresa.

A primeira grande dica para ter a inovação na sua estratégia é: comece! Independente do tamanho do movimento, criar uma agenda para tratar o tema se faz necessário e é sem dúvida o primeiro grande passo. Afinal, como se diz no mundo da inovação, pior do que falhar é não começar!

Uma pesquisa do IBGE de 2020 mostrou que apenas 33,6% das organizações brasileiras são realmente inovadoras, ou seja, existem muitas oportunidades para transformar as empresas e alavancar os seus resultados.

A inovação tem forte relação com criar um ambiente que possibilite o surgimento de novas ideias e soluções. Sem inovação, um negócio pode ficar preso a práticas e ideias que já estão ultrapassadas. Dessa forma, tudo continua a ser feito do jeito que sempre foi, o que é péssimo diante de uma realidade cada vez mais volátil como a atual. É muito difícil fazer as mesmas coisas e obter resultados diferentes. Por isso, se você deseja crescer, deve incluir a inovação no plano de ação da sua empresa!

O processo de estratégia e inovação nas empresas familiares são ainda mais importantes e possíveis de serem realizados, visto os diferenciais que só uma organização com gestão familiar possui:

  • Agilidade: as empresas familiares são muito parecidas com uma “startup” no que tange a baixa burocracia, a proximidade entre os funcionários e setores, além das facilidades na comunicação.
  • Força: os valores da família são intrínsecos nas operações, gerando engajamento por parte dos funcionários para um ambiente colaborativo e inovador.
  • Oportunidade: sem dúvidas o ambiente empresarial familiar possui grande espaço para testar e corrigir tentativas rapidamente.

Casos emblemáticos como o da Kodak, Blockbuster, Xerox, líderes de market share nos seus respectivos mercados e que foram literalmente “engolidos” pelos novos e rápidos modelos de negócios, nos fazem refletir constantemente  sobre a condução dos processos de inovação nas empresas.

As organizações precisam ter uma busca constante para o desenvolvimento de novos produtos ou evolução do portfólio existente. Além disso, os processos também não podem ser esquecidos. É preciso constantemente avaliar a forma como as coisas estão sendo feitas.

Isso poderá ocasionar uma redução de custos ou até uma otimização de uma esteira de produção. E por último, é muito importante desafiar positivamente o “status quo”, levando novas modelagens de produtos ou serviços para o mercado.

As empresas são feitas por pessoas e por meio dos processos de inovação da organização, elas vão gerar mais valor para os seus clientes e stakeholders. No processo de implementação da inovação na estratégia é necessário preparar e engajar a equipe de liderança.

Eles serão os responsáveis em dar o “empowerment” para as agendas relacionadas ao tema, além de destinar recursos financeiros para esses novos processos. Isso fará toda a diferença para que de fato a organização comece a viver e praticar processos inovativos.

Em tempos cada vez mais dinâmicos, é fundamental pensar em planos de ação que tenham inovação em suas diretrizes. Afinal, é inovando que se consegue acompanhar as transformações do mercado, se manter atualizado e pensar no que nunca foi pensado antes. Isso traz diferenciais competitivos importantes para quem deseja sucesso.

E agora eu pergunto; o que você vai fazer de NOVO dentro da sua empresa HOJE?

Por Edney Valente, Tribe Leader do Brain

Compartilhe
   
REDAÇÃO BRAIN

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x