#brainblog

           Universo das Startups: saiba mais sobre as possibilidades desse mundo!

Tempo de leitura:
           

O universo das startups é incrível e repleto de aprendizados e inovações, não apenas por estar em constante expansão, com mais players atuando nesse mercado, mas também porque muitas startups conseguem resultados extraordinários e crescimento exponencial.

Dessa maneira, o universo das startups está em expansão e, se você está no blog Brain, é porque deseja saber mais sobre as possibilidades desse mundo, certo? Isso é fundamental, seja para pensar em novas ideias de negócio que podem ser o próximo unicórnio brasileiro, seja para entrar nesse mercado e desenvolver habilidades muito úteis para se diferenciar profissionalmente, como as soft skills.

Para você aprender mais sobre o assunto, vamos apresentar neste artigo o universo das startups, para você ficar por dentro dos termos mais comuns, conhecer algumas das empresas que fazem sucesso e o caminho que toda startup percorre para se tornar um unicórnio, objetivo tão sonhado por qualquer empresa desse meio. Saiba mais!

Termos comuns do universo das startups

Abaixo, você encontra um “glossário” resumido que traz os principais termos do universo das startups. Veja também que deixamos indicações de conteúdos que explicam mais sobre cada termo. Vamos lá?

Aceleradora

As aceleradoras são empresas, grupos ou áreas que ajudam a dar mentoria, investimento financeiro ou mesmo empréstimo de infraestrutura para, como o nome sugere, acelerar o crescimento de startups que sejam promissoras.

Aporte

É o apoio dado para as startups. É comum que o aporte seja equivalente a investimentos em dinheiro, mas também pode ser de know-how (por meio de mentorias e aconselhamentos) ou mesmo de equipe ou recursos.

Business Plan

É o plano de negócios de uma startup, que traz a ideia dessa empresa, seus objetivos e análises sobre planejamento financeiro, recursos etc. É um documento essencial para startups que desejam atrair investidores.

Camelo

Em abril de 2020, Alex Lazarow, investidor do fundo Cathay Innovation, trouxe neste artigo o conceito de camelo para definir startups que conseguem ter altas receitas com despesas baixas, protegendo-se de situações difíceis para a economia como a pandemia (assim como os camelos, que conseguem sobreviver em ambientes hostis como o deserto).

Design Thinking

Técnica de inovação para entender problemas de forma ampla, a partir de uma perspectiva de design, para obter inovação de forma significativa em produtos e serviços oferecidos por startups.

Growth Hacking

Prática com foco em gatilhos e saídas inovadoras para que a startup possa crescer de forma rápida. É muito comum no marketing, onde o growth é usado especialmente para promover testes e experimentos.

Incubadora

Forma de aceleração na qual startups são apoiadas para desenvolverem suas ideias durante um determinado tempo. As incubadoras contribuem com capital e orientação para início ou expansão de negócios.

Lean Startup

O conceito de Lean Startup trabalha a ideia de uma startup enxuta, que faz uma boa gestão de recursos para otimizá-los, obtendo os melhores resultados possíveis. É um método de criação e gerenciamento de startups para enxugar excessos e coibir desperdícios.

MVP

Também chamado de Minimum Viable Product (Mínimo Produto Viável), o MVP é a versão de um produto que permite o ciclo completo de construir, medir e aprender com essa criação, mas com o mínimo de esforço e no menor tempo de desenvolvimento possível.

Unicórnio

Os unicórnios são startups avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares. Boa parte dos casos é de empresas que lançaram serviços ou produtos extremamente inovadores, que causaram impacto no mercado e, por consequência, receberam aportes diversas vezes.

Como startups se tornam unicórnios

No universo das startups, as empresas que se tornam unicórnios, em geral, são as que possuem estimativa de quanto valem (também conhecido como valuation), participam de algumas rodadas de investimento, contam com investimento de fundos que já investiram em outros unicórnios, além de perspectivas de crescimento e experiência dos fundadores. Esses são alguns critérios que ajudam startups a se tornarem unicórnios.

Com investimentos de venture capital (tipo de investimento que aplica recursos em startups que têm expectativas de rápido crescimento), as startups conseguem potencializar suas atividades e, dessa forma, aumentam suas chances de ultrapassar o US$ 1 bilhão em valor de mercado.

Para saber mais sobre unicórnios, assista ao vídeo abaixo do Tecmundo:

Startups brasileiras mais promissoras

De acordo com especialistas, algumas das startups que estão mais próximas de se tornarem unicórnios são:

  • Buser, startup de mobilidade que faz viagens sob demanda;
  • ContaAzul, fintech que oferece gestão financeira em nuvem para PMEs;
  • Dr. Consultahealthtech de rede de clínicas populares;
  • Petlove, e-commerce de produtos para pets;
  • Olist, startup que oferece marketplace para pequenos lojistas;
  • Solinftechagrotech de soluções para monitoramento e automação de lavouras;
  • Zenvia, martech que conecta empresas e clientes por meio de chatbots e IA.

Entre os segmentos que aparecem como os mais promissores para as startups, estão:

  • financeiro (que já possui unicórnios como Nubank, Stone e PagSeguro e com startups que captaram 1,9 bilhão de dólares ao longo de 2020);
  • O setor de saúde (afinal, a área foi destaque durante a pandemia e os gastos com saúde devem crescer 5,4% ao ano até 2022, segundo a Deloitte);
  • E o setor de marketing, com martechs (startups de marketing e publicidade) que atraíram US$ 199,8 milhões em rodadas de investimento em 2020.

Gostou de conhecer mais sobre o universo das startups? Então você precisa ler sobre os 20 Anos de Manifesto Ágil: um verdadeiro marco para o setor!

Compartilhe
   
REDAÇÃO BRAIN

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x